Livresco’s Weblog

O que vou lendo por ai…

Fenómeno – José Sócrates acompanhou com três anos de idade as presidenciais norte-americanas Bebés assim só em Vilar de Maçada

Não é o bebé Sócrates, mas o 1.º ministro seria assim em 1960Não é o bebé Sócrates, mas o 1.º ministro seria assim em 1960

31 Outubro 2008 – 00h30

As palavras são do primeiro-ministro José Sócrates na extensa entrevista que concedeu no último fim-de-semana: “Sou, digamos assim, da geração Kennedy. Essa eleição representou já um momento histórico. Lembro-me do debate que houve na América quando, pela primeira vez, um católico se candidatou a presidente. O próprio Kennedy teve de vincar bem que nunca receberia ordens do Papa enquanto presidente dos EUA. Lembro-me bem do que isso significou.”

Nos meios socialistas e não só estas palavras causaram espanto ou perplexidade. O caso não é para menos: se a biografia oficial está correcta, José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa nasceu no dia 6 de Setembro de 1957 em Vilar de Maçada, concelho de Alijó, distrito de Vila Real. E John F. Kennedy foi eleito presidente dos EUA em Novembro de 1960, com uma vantagem de 112 881 votos sobre o republicano Richard Nixon. Isto é, nesse tempo José Sócrates tinha três anos de idade. Perante estes factos, há quem entenda que o primeiro-minitro é um sobredotado. Mas há quem tenha outra explicação para este facto extraordinário. A certidão de nascimento pode ter sido adulterada por alguém ou o registo ter sido feito mais tarde e Sócrates ser mais velho do que pensa.

LINK

01/11/2008 Posted by | Uncategorized | , , , , | 1 Comentário

A Propaganda Socratina no seu melhor: Governo garante que taxa Robin dos Bosques é uma nova taxa autónoma

O deputado do PCP, Agostinho Lopes, na intervenção que marcou o inicio do debate, referiu um comunicado emitido pela GALP no dia em que o Governo anunciou a nova taxa, em que a empresa dizia que o novo imposto não teria «qualquer impacto» no seu resultado liquido dado Que a Galp Energia já aplica «o novo critério de valorimetria dos stocks».

O parlamentar lembrou ainda que o comunicado da GALP referia que a nova taxa de 25 por cento «poderá implicar uma antecipação do pagamento de imposto» que, a título de exemplo, à data de 31 de Março de 2008, corresponderia a aproximadamente 110 milhões de euros.

Agostinho Lopes confrontou ainda o ministro Santos Silva com a afirmação do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais de que a «taxa Robin dos Bosques não terá qualquer impacto nos lucros das empresas e representa apenas uma antecipação do imposto a pagar de 110 milhões de euros».

Perante isto o deputado comunista concluiu que a nova taxa «para os lucros especulativos das petrolíferas é, como o Robin dos Bosques, pura ficção, pois parece que a GALP vai pagar ao Estado um valor de imposto igual ao que sempre pagaria, embora em data diferente».

«É necessário e urgente o esclarecimento do Governo. Senão estaremos perante uma fraude política monumental, com o primeiro-ministro a enganar a Assembleia da República e os portugueses», disse Agostinho Lopes.

CONTINUA: LINK

17/07/2008 Posted by | Política: notícias | , | Deixe um comentário

Central nuclear demora até 10 anos a construir

Mas também há quem assinale que não é por aí que se resolve a dependência do petróleo, expressa mais nos transportes.

CONTINUA: LINK

17/07/2008 Posted by | Política: notícias | , , | Deixe um comentário