Livresco’s Weblog

O que vou lendo por ai…

Joana Amaral Dias, Docente universitária (pensaalto@gmail.com): Branca de Névoa

Domingos Névoa, da Bragaparques, tentou subornar o vereador lisboeta Sá Fernandes. Foi condenado por corrupção para acto lícito, distinto do ilícito por uma lei asna que o considera menos grave porque os políticos comprados não decidem algo ilegal. Como se o importante não fosse o suborno e ponto final. Assim, Névoa foi multado em 5 mil euros quando as ‘luvas’ valiam 200 mil. Como recorreu, se calhar nem isso paga. Entretanto, o PS estacionou Cravinho, que lutou contra o branqueamento da névoa & compadrio, num exílio dourado. E não quis retomar as suas propostas, fazendo jus a um país que acreditou num salvador vindo do nevoeiro.

Não admira que o corruptor garantisse que continuaria a fazer o mesmo. Aprendeu que basta pagar mais 2,5% do suborno. E que conta com o centrão. Tanto que, um mês depois da condenação, escolheram-no para gerir a coisa pública, uma empresa que trata lixos de seis municípios minhotos. É como se fosse instituído um novo trabalho comunitário que também contrataria pedófilos para educadores de infância ou pirómanos para bombeiros. Protestar compensa e Névoa abdicou, mas registe-se a demência decadente criada pelo bloco central neste país à beira-mar plantado onde não sobra uma aragem. Que se tornou num produto tóxico e sem-vergonha. Género lixeira a céu aberto.

Fonte: Correio da Manhã de 04.04.2009

Anúncios

04/04/2009 Posted by | Política: artigos de opinião | , , | 6 comentários