Livresco’s Weblog

O que vou lendo por ai…

Mário Crespo: O desordenado

António Marinho Pinto está para o PS de Sócrates como o estão Vitalino Canas, Augusto Santos Silva ou Pedro Silva Pereira. É um indefectível. Tal como Sócrates, Marinho Pinto vê em tudo o que o prejudica uma urdidura de travestis do trabalho informativo. Tal como Sócrates, o Bastonário dos Advogados vê insultos nos factos com que é confrontado. E reage em disparatado ultraje e descontrolo, indigno de quem tem funções públicas. Marinho Pinto na TVI foi tão sectário como Vitalino Canas ou Santos Silva e conseguiu o prodígio de ser mais grosseiro numa entrevista do que Sócrates foi na RTP e Pedro Silva Pereira na SIC. É obra. Marinho Pinto não tem atenuantes. Não trabalhou no Ministério do Ambiente de Sócrates e, que se saiba, não faz parte do seu núcleo duro. É pois de supor que não esteja vinculado ao voto de obediência cega que tem levado os mais próximos de Sócrates à defesa do indefensável, à justificação do injustificável e a encontrar razão no irracional. Não tendo atenuantes, Marinho Pinto tem agravantes. O Estado de direito delegou na Ordem dos Advogados importantes competências reguladoras de um exercício fundamental para a sociedade. O Bastonário tem que as exercer garantindo uma série de valores que lhe foram confiados pelos seus pares. O comportamento público do Bastonário sugere que ele está a cumprir uma bizarra agenda pessoal com um registo de regularidade na defesa apaixonada de José Sócrates e do PS. O que provavelmente provocou em Marinho Pinto o seu lamentável paroxismo esbracejante em directo foi a dura comparação entre as suas denúncias sobre crimes de advogados e os denunciantes do Freeport. Se a denúncia de irregularidades na administração de bens públicos é um dever, a atoarda não concretizada é indigna. O que o Bastonário da Ordem dos Advogados disse sobre o envolvimento dos seus pares nos crimes dos seus constituintes é o equivalente aos desabafos ébrios tipo: “são todos uns ladrões” ou “carrada de gatunos”. Elaborações interessantes e de bom-tom, se proferidas meio deitado num balcão de mármore entre torresmos e copos de três. Presumo que a Ordem dos Advogados não seja isso. Nem sirva de câmara de eco às teorias esotéricas do Bastonário de que a Casa Pia foi uma Cabala para decapitar o PS ou que o Freeport é uma urdidura politico-judicial-jornalistica. Se num caso, um asilo do Estado com crianças abusadas fala por si, no outro, um mega centro comercial paredes-meias com a Rede Natura, tem uma sonoridade tão estridente como o grito de flamingos desalojados. A imagem que deu na TVI foi de um homem vítima de si próprio, dos seus excessos, do seu voluntarismo, das suas inseguranças e das suas incompetências. Marinho Pinto tentou mostrar que era o carrasco do mensageiro que tão más notícias tem trazido a José Sócrates. Fê-lo vociferando uma caterva de insultos como se tivesse a procuração bastante passada pelo Primeiro Ministro para desencorajar e punir este jornalismo de pesquisa e denúncia que tantas e embaraçosas vezes tem andado à frente do inquérito judicial. E a verdade é que sem o jornalismo da TVI não havia “caso Freeport” e acabar com Manuela Moura Guedes não o vai fazer desaparecer.

Fonte: Jornal de Notícias de 25.05.2009

25/05/2009 - Posted by | Política: artigos de opinião | , , , ,

5 comentários »

  1. “Jornalismo de pesquisa e denúncia”?

    Deixa-me rir!

    O Mário Crespo tem ido às compras ao fim de semana, estou a ver!

    Comentar por moutinho | 26/05/2009 | Responder

  2. Não deixa de ser interessante ver o Sr. Mário Crespo a tecer considerações sobre o Bastonário da Ordem (goste-se ou não dele, não deixa de ser frontal no discurso), mas nem uma palavra ao jornalismo claramente à margem das regras da sua colega Manuela Moura Guedes. A tese do Sr. Mário Crespo é de que todos os meios justificam os fins no jornalismo (e todos sabemos quantos casos – pensando, por exemplo, no caso Paulo Pedroso – tiveram o fim “0”, com claro enxovalho dos visados, sem que houvesse qualquer retratação da comunicação social). Veremos, no final, o que dá o caso freeport, e o que acontece entretanto com o Bastonário…e já agora, com Manuela Moura Guedes!

    Comentar por Zé Pedro | 26/05/2009 | Responder

  3. Vale a pena recordar: http://www.comunicamos.org/debate/marinho-pinho-na-tvi-confronta-manuela-moura-guedes-com-o-mau-jornalismo-que-pratica#comment-2130

    Esta Jornalista apenas está a trabalhar e faz o que faz porque o seu marido é o chefe.

    É reconfortante verificar que ainda temos neste pais,alguem com a coragem e a “Liberdade” de Marinho Pinho.

    Cada sector devia ter um! É notório o desconforto que cria em algumas das nossas elites. São estas elites (totalmente incomptetentes e cristalizadas nos Seus interesses, que literalmente e infelizmente dominam o nosso pais.

    A classe politica só podia ser igualmente o reflexo destas “pseudo-elites”. Infelizmente grande parte de nós não foi educado pra pensar,mas sim comentar os comentários de outros, o que faz com que todos estes temas passem desde logo ao lado.

    Onde está a Elite Jornalista em Portugal? Sem duvida Manuela M Guedes já devia ter perdido a Carteira. Basta conhecer o codigo deontologico dos jornalistas. http://www.jornalistas.online.pt/noticia.asp?id=24&idselect=369&idCanal=369&p=368

    Devemos todos admirar Marinho Pinho por inclusivamente ser dos poucos que defendem que os advogados não deviam poder exercer cargos politicos/publicos, ao fazê-lo está a colocar o dedo na ferida (dos advogados com interesses directa ou indirectamente paralelos).

    Força Marinho Pinto! Sem duvida está a prestar um serviço ao Pais!

    Que a terrível crise que atravessamos, que é em muito uma crise de Valores e de Incompetencia, ao menos sirva para dar visibilidade e oportunidade para Mudar e acabar com muita coisa!!
    João

    Comentar por João Gomes | 30/05/2009 | Responder

  4. Vale a pena recordar:
    http://www.comunicamos.org/debate/marinho-pinho-na-tvi-confronta-manuela-moura-guedes-com-o-mau-jornalismo-que-pratica#comment-2130

    Esta Jornalista apenas está a trabalhar e faz o que faz porque o seu marido é o chefe.

    É reconfortante verificar que ainda temos neste pais,alguem com a coragem e a “Liberdade” de Marinho Pinho.

    Cada sector devia ter um! É notório o desconforto que cria em algumas das nossas elites. São estas elites (totalmente incomptetentes e cristalizadas nos Seus interesses, que literalmente e infelizmente dominam o nosso pais.

    A classe politica só podia ser igualmente o reflexo destas “pseudo-elites”. Infelizmente grande parte de nós não foi educado pra pensar,mas sim comentar os comentários de outros, o que faz com que todos estes temas passem desde logo ao lado.

    Onde está a Elite Jornalista em Portugal? Sem duvida Manuela M Guedes já devia ter perdido a Carteira. Basta conhecer o codigo deontologico dos jornalistas. http://www.jornalistas.online.pt/noticia.asp?id=24&idselect=369&idCanal=369&p=368

    Devemos todos admirar Marinho Pinho por inclusivamente ser dos poucos que defendem que os advogados não deviam poder exercer cargos politicos/publicos, ao fazê-lo está a colocar o dedo na ferida (dos advogados com interesses directa ou indirectamente paralelos).

    Força Marinho Pinto! Sem duvida está a prestar um serviço ao Pais!

    Que a terrível crise que atravessamos, que é em muito uma crise de Valores e de Incompetencia, ao menos sirva para dar visibilidade e oportunidade para Mudar e acabar com muita coisa!!
    João

    Comentar por João Gomes | 30/05/2009 | Responder

  5. “…desencorajar e punir este jornalismo de pesquisa e denúncia que tantas e embaraçosas vezes tem andado à frente do inquérito judicial. E a verdade é que sem o jornalismo da TVI não havia “caso Freeport” …”.
    Bem… estou sem palavras para este artigo.
    O mais provavel é a TVI abrir um processo (mais um !) contra o Bastonário, por este tentar responde a afirmações infundadas e deliberadas, contra sí.
    Obrigado TVI… pelas denúncias do caso Freeport.

    Comentar por A. Luis | 02/06/2009 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: