Livresco’s Weblog

O que vou lendo por ai…

O que é que esta gente estava à espera…e os do e-escolas estão a ir pelo mesmo caminho…: Magalhães – Portáteis podem estar a ser vendidos no mercado negro

O computador Magalhães é entregue aos alunos do primeiro ciclo em regime de propriedade plena e alguns professores já alertaram para casos em que os portáteis podem já não estar com as crianças e ter sido cedidos ou até vendidos.

Helena Amaral, professora no Agrupamento da Escola Quinta de Marrocos, em Benfica, contou à Lusa que os problemas de desaparecimento dos Magalhães “já eram esperados nalguns casos”.

“Tenho o exemplo de uma família com três irmãos, todos receberam um computador Magalhães de borla porque pertencem ao escalão social A. Duvido que eles ainda tenham algum em casa”, afirmou, lembrando que, nalguns casos, quando os professores avisam o dia em que o computador é necessário na aula, os alunos faltam sempre.

“Nestes casos nós percebemos que os computadores já devem ter levado algum outro destino”, disse.

O acesso ao Magalhães pode ser a custo zero, se os alunos forem abrangidos pelo primeiro escalão de apoio social, pode custar 20 euros (segundo escalão) ou 50 euros.

“Este projecto começou muito mal desde o início. Os professores não receberam qualquer informação e nem tiveram qualquer acesso ao Magalhães porque não receberam nenhum”, afirmou.

“Dou-lhe um exemplo: É impensável fazer uma sessão de esclarecimento caso a caso, não há tempo. Eu até podia preparar uma sessão para um grupo de pais e projectava as imagens para que os pais percebessem como se faz, mas o Magalhães nem sequer pode ser ligado a um projector”.

Questionada sobre a hipótese de as escolas guardarem os equipamentos para garantir que eles ficavam com o aluno que o recebeu e não eram vendidos ou dados a terceiros, a docente respondeu: “Nem pensar. Eu não posso assumir isso. As escolas eram assaltadas logo a seguir”.

Contactado pela Lusa, o responsável pelo Ensino Básico no Sindicato dos Professores da Grande Lisboa (SPGL), Manuel Grilo, reconheceu que o Magalhães “é um excelente instrumento de trabalho, com muitas virtualidades”, mas lembrou que a iniciativa do Governo foi “precipitada”.

“Foi um investimento feito sem preparação, de forma muito precipitada e trapalhona por parte do Governo, como provam os sucessivos problemas com o Magalhães”, afirmou, apontando os recentes erros de ortografia, gramática e sintaxe detectados numa das aplicações.

“Nem os próprios professores receberam a formação adequada para poder ajudar os pais na utilização do equipamento”, acrescentou.

“É um investimento de todo o país que não tendo sido bem pensado pode não ter os efeitos desejados e até ter consequências perversas”, afirmou, quando confrontado com a possibilidade de venda dos Magalhães “no mercado negro” por parte dos pais de alguns alunos.

O objectivo do projecto governamental ‘e-escolinha’ é distribuir 500 mil portáteis Magalhães aos alunos do primeiro ciclo até ao fim do ano lectivo.

A iniciativa é financiada pelo Fundo para a Sociedade de Informação e o projecto é mantido por contrapartidas financeiras dadas pelas operadoras móveis na atribuição das licenças UMTS (tecnologia de terceira geração móvel).

A factura do Magalhães deveria ser totalmente paga pelas operadoras, mas depois de estas reclamarem que as verbas destinadas à Sociedade de Informação não seriam suficientes para cobrir os dois programas abrangidos (‘e-escolinha’ e ‘e-escola’) o ministro Mário Lino, em entrevista publicada em Novembro, garantiu que se a situação se confirmasse “o Estado terá de colmatar a parte que faltar”.

No início desta semana estavam inscritos cerca de 386 mil alunos e tinham já sido entregues 251.269 Magalhães.

Fonte: Diário de Notícias de 26.03.2009

Anúncios

26/03/2009 - Posted by | Política: notícias | ,

1 Comentário »

  1. «Contactado pela Lusa, o responsável pelo Ensino Básico no Sindicato dos Professores da Grande Lisboa (SPGL), Manuel Grilo, reconheceu que o Magalhães “é um excelente instrumento de trabalho, com muitas virtualidades”, mas lembrou que a iniciativa do Governo foi “precipitada”.»

    Outro Grilo! Outro tonto!

    Comentar por anahenriques | 26/03/2009 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: