Livresco’s Weblog

O que vou lendo por ai…

Baptista-Bastos Escritor e jornalista – b.bastos@netcabo.pt: HOMENS SEM REINO

A governação está em banho-maria e José Sócrates anda pelo País a promover a moção que vai apresentar ao congresso do seu partido. No intervalo inaugura isto e aquilo, sempre coisas sem importância, e avisa que, futuramente, vêm aí toneladas de realizações destinadas à felicidade dos portugueses. Claro que quase ninguém acredita na suave bondade das promessas. Aliás, já quase ninguém acredita em nada. Mas aprendeu que a cupidez tem dado cobertura à mais ignara mediocridade. O panorama parece mavioso. O caso Freeport e as peripécias que envolvem o assunto Casa Pia transformaram as angústias quotidianas em factos desprezíveis. A verdade é que o Governo paralisou e os portugueses são homens sem reino. Despedidos aos milhares, tratados como subalternos, humilhados na mais rudimentar dignidade – sem que os seus gritos de desespero, as suas lágrimas excruciantes consigam congregar um feixe de energias.

Vemo-los e escutamo-los nas televisões, os retábulos modernos que condenam os homens e as mulheres a admitir o mundo tal como ele lhes é apresentado, e aprendemos que o medo impede tomadas de consciência e sufoca as manifestações da razão. Nada tem sido feito para inverter a tendência de uma crise nascida de um sistema em declínio. O Governo obedece, cegamente, às regras que tentam inserir-se no real, a fim de salvar o que sobra dos escombros. Cede à facilidade, e legitima decisões as mais asquerosas e danosas para a generalidade dos portugueses, apoiado numa maioria que, demonstradamente, não merece. Para que o embaraço continue, o ministro Santos Silva desencadeia novo alvoroço no partido, já de si tão ausente de convicções quanto repleto de oportunistas. Lembremo-nos de que o PS não pertence, apenas, ao “arco do poder”: é uma agência de empregos, tal como o PSD. O conflito com Manuel Alegre resulta de um acto de má educação, infelizmente comum ao ministro dos Assuntos Parlamentares. Porém, a peça mais relevante deste berbicacho é um artigo do eng. Henrique Neto, publicado no Jornal de Leiria. O conhecido empresário socialista reafirma, claramente, que vivemos na indiferença porque o medo está presente e a presença do medo dá azo à resignação. Mas se o PS não serve, o PSD serve ainda menos. É o nosso drama, porque nos inculcaram a ideia de que não há alternativa. Claro que há. Mas será que isso nos tem sido explicado? A comunicação social, no seu todo, tem cumprido, de facto, as funções para as quais está destinada? Penso o contrário. Todavia, as derivas, os compromissos e as malfeitorias daqueles dois partidos não justificam a nossa atonia cívica, a nossa falta de comparência política e moral, a abjecção da nossa passividade.

Fonte: Diário de Notícias de 11.02.2009

Anúncios

11/02/2009 Posted by | Uncategorized | , , , | Deixe um comentário

Parlamento: Rui Pedras ouvido na comissão de inquérito – Caso BPN é pior do que Madoff

O actual administrador do Banco Português de Negócios (BPN) – que chegou ao banco pela mão de Miguel Cadilhe e foi reconduzido após a nacionalização – Rui Pedras, admitiu ontem que “a fraude do Madoff, em termos comparativos, é consideravelmente inferior à do BPN”.

Só em Portugal o esquema fraudulento levado a cabo por Bernard Madoff desencadeou perdas no valor de 96 milhões de euros. A nível mundial, esse valor poderá ultrapassar os 38 mil milhões. Ainda assim, o actual administrador do BPN entende que assumem maior gravidade as imparidades já apuradas de 1,8 mil milhões, pois trata-se de ‘um banco de pequena dimensão a absorver mais de um por cento do PIB’.

Na Comissão de Inquérito ao BPN, Rui Pedras considerou que as irregularidades detectadas constituem uma ‘megafraude’ e admitiu que o sucesso do plano apresentado por Miguel Cadilhe para recuperar a instituição, o qual subscreveu, seria ‘provavelmente impossível’. ‘Era muito difícil que o banco conseguisse gerar resultados que compensassem estas perdas.’

Aliás, o administrador apontou baterias ao Banco de Portugal, afirmando não compreender a razão que levou a supervisão a não nomear administradores provisórios, após a carta em que Abdool Vakil confessou a existência do Banco Insular. ‘Nessa data ficam dúvidas se o Banco de Portugal não devia ter actuado’, assumiu. ‘Se calhar falhou toda a supervisão’, entre os quais os revisores de contas e auditores que analisaram as contas.

A Comissão Parlamentar deverá votar hoje o pedido de levantamento do sigilo bancário.

Fonte: Correio da Manhã de 11.02.2009

11/02/2009 Posted by | Política: notícias | , | Deixe um comentário

Do Blog Hora Absurda: Avaliação, obras nas escolas, desemprego, globalização, contentorização

Avaliação dos professores está a decorrer com normalidade – RTP Notícias

José Sócrates recordou que “nunca houve um momento na minha vida e na dos que aqui estão presentes em que, ao mesmo tempo, o Japão, Estados Unidos, Europa, a Rússia, e de certa forma a economia global estivesse toda ela em recessão”.

Todos os governos-fantoche do mundo podem utilizar a desculpa da recessão mundial. Mas não podem furtar-se à responsabilidade de nos terem conduzido pela via da globalização. Ou será que não tínhamos escolha? Então vivemos numa ditadura sem sabermos. Quem são os ditadores?

A avaliação de professores não passa de um logro, o pior que fizeram aos professores, e que eles engoliram calados, foi precarizar o emprego dos professores do quadro de nomeação definitiva (PQND). Com efeito, todos os PQND passaram a PQE (professores do quadro de escola) que já podem ser despedidos. Apenas os ditos novos titulares não perderam regalias. Se os professores do ex-quadro de nomeação definitiva, já podem ser despedidos, há que ter um mecanismo que permita o despedimento. Esse mecanismo chama-se avaliação.

Os professores do ex-quadro de nomeação definitiva, que o atingiram com muito sacrifício, estão agora quase ao nível dos trabalhadores a recibo verde. Fala-se de desemprego mas vai-se abatendo os indesejáveis, os novos-pobres vão servir para engordar os novos-ricos que, para além de casos Freeport, ainda conseguem ir buscar algum às obras nas escolas. Na minha escola, uma das escolas sólidas deixadas do “antigamente”, as obras começam em Abril, e aos professores precarizados pede-se colaboração para transferir o equipamento para os contentores onde irão dar aulas durante… sei lá, até serem despedidos.

Os contentores que, segundo dizem, são sofisticados (e certamente caros) servirão para quê depois? Para casas de “sem-abrigo”, isto é, dos professores a despedir? Para vender à Serra Leoa? Para receber os presos de Guantánamo? Vão ser necessários milhares de contentores por essas escolas todas. Com tanto dinheiro aplicado, não seria melhor construir-se escolas novas de raíz quando necessário? Mas isso talvez não fosse uma solução tão “freeport” e não traria qualquer transtorno aos professores cuja vida se pretende infernizar, atirando-os para a miséria global e globalizante da vida em contentores.

Fonte: Blog Hora Absurda

11/02/2009 Posted by | Política: artigos de opinião | | Deixe um comentário

CONTRA O ESTALINSMO ‘DEMOCRÁTICO’ PS

11/02/2009 Posted by | Política: artigos de opinião | , | Deixe um comentário

As “campanhas negras”, as “cabalas” e os “quartos escuros”

11/02/2009 Posted by | Política: artigos de opinião | , , | Deixe um comentário

Do Blog do Advogado José Maria Martins: Terça-feira, Fevereiro 10, 2009 – Carta aberta ao Procurador Geral da República

Exmº Conselheiro PGR

Quero dizer-lhe que não gosto do seu desempenho enquanto Procurador-Geral da República.
O senhor é uma pessoa da confiança do Partido Socialista, e segundo julgo saber ,um homem da Maçonaria, do GOL.
A sua conduta no processo “Freeport” deixa-me muitas reservas.
Comunicados sucessivos, onde se nota uma tendência socialista. O que não é normal em qualquer Estado da União Europeia.
Como sabe, eu represento o Povo – aqueles indivíduos que vos dão de comer, que vos fazem as casas, os computadores, que vos pagam o salário – no Processo Freeport.
Com o devido respeito, penso que V. Exª se se demitisse tiraria de cima de muitos portugueses preocupações.
Gostaria que o PGR fosse estrangeiro.
Admito frontalmente que não tenho confiança em V. Exª.
Perdoar-me-á, mas creio que só se Portugal tiver pessoas fora do sistema de partidos portugueses poderá evoluir.
Repare V. Exª que a Directora do DCIAP não me indicou o nº do inquérito do Freeport, senão 20 dias depois de eu o ter pedido!!!
Em contraste com todos os países estrangeiros onde advogo, que logo que ligo de Portugal, usando o meu inglês rudimentar , o francês escolar, o italiano fraco ou o espanhol aportuguesado ,para não falar do árabe , logo me informam via telefone de tudo, se prestam a receber-me, me mandam mensagens, me respeitam!!!
Portugal está na lama! O PS controla tudo!

A PGA Drª Candida Almeida indicou-me ontem o número do processo,
depois de eu o ter pedido em 20 de Janeiro de 2009!!!
Indicou-me quando sabia que eu já não precisava , pois tinha entregue requerimentos para a constituição de assistente do meu cliente no caso “Freeport” e feito requerimentos a pedir a constituição de equipas mistas, luso-britânicas , para a investigação.
Nem no Burkina Faso isto era aceitável!!!
Num processo em que qualquer pessoa se pode constituir assistente, seja o índio da Amazónia,
seja o aborígene da Austrália, o esquimó do Alasca, ou o agricultor da mais recôndita província chinesa!
Portugal vive na Idade Média, agarrado a esquemas mentais que o têm afundado e desmerecido na comunidade internacional.
É uma vergonha o que se tem passado em muitos processos que envolvem pessoas com poder político .
O processo contra o professor de José Sócrates esteve anos e anos a fio sem ter conclusão.
O que fez V. Exª para que esta situação se alterasse?
O Bastonário da Ordem dos Advogados anda a falar e a ofender tudo e todos e o que fez a PGR? Nada!
Por acaso V. Exª já mandou abrir um inquérito tendente a apurar os crimes cometidos pela Ordem dos Advogados no caso Casa Pia?
Advogados nomeados pela Ordem dos Advogados para as vítimas e para a Casa Pia?!
Vivemos no Estado Novo , Sr. PGR?
Porque é que o Mº Pº impediu a prisão de Carlos Cruz e outros, quando foram mandados prender?
Alguma vez tinha antes agido assim na Boa Hora?
Diga-me, esclareça-me o número do processo, senhor Procurador -Geral da República!
Porque razão a PGR indicou o Dr Aibéo para ser o Procurador no caso Casa Pia? Esclareça os portugueses!
Quando ele não era o Procurador da Vara?
O que fez a PGR quando o processo casa Pia se arrasta há mais de 4 anos? Com apenas 7 arguidos!?
A PGR já pensou em investigar os crimes denunciados pelo Bastonário da Ordem dos Advogados e imputados a membros dos conselhos distritais?
Gostaria, Sr. PGR, enquanto advogado, enquanto cidadão português , que V. Exª esclarecesse os portugueses porque motivo não manda investigar as condutas de membros da Ordem dos Advogados, que manobraram , manipularam o caso Casa Pia!
A PGR tem medo do poder desses advogados e escritórios do regime socialista/socialdemocrata? E gostaria que V. Exª esclarecesse os portugueses se está a ser pressionado pelo Poder Político no caso Freeport!
Porque , como V. Exª sabe, Portugal está na lama a nível internacional, o Poder Político, via Maçonaria e PS , domina o Poder Judicial.
Por exemplo , seria bom ver o PGR a mandar abrir processo crime contra Marinho Pinto, depois de inúmeras noticias sobre o caso Joana!
O PGR não pode ter medo do PS , nem pode ter medo da maçonaria.
Actue , Sr. PGR, porque o Bastonário da Ordem dos Advogados está a ofender tudo e todos e a PGR ou tem medo do Bastonário e do PS ou então está desatenta.
Quem , como o Bastonário, que recebeu 36,00 € por uma consulta ao assistente do processo Freeport, e não teve coragem de o defender em Cantanhede, não pode estar a ofender magistrados e colegas impunemente.
Tenha coragem Sr. Procurador-Geral da República, mesmo que tenha sido nomeado pelo PS, porque a honra e a vergonha, a verdade e a justiça não estão sujeitas a transigências.
O Mundo está de olhos em nós!

Cumprimentos,

O cidadão português. (com honra e vergonha)
José Maria Martins

Nota: Aconselho a leitura de um excelente artigo no blogue que segue:http://joshuaquim7.blogspot.com/2009/02/contra-o-estalinsmo-democratico.html

Fonte: Blog do Advogado José Maria Martins

11/02/2009 Posted by | Política: artigos de opinião | , , , | 1 Comentário

10-02-2009: Eanes descreve Portugal como uma «sociedade com medos»

Antigo Presidente da República pediu aos políticos para dizerem a verdade

«Uma sociedade com medos». Foi desta forma que o antigo Presidente da República, Ramalho Eanes descreveu Portugal, numa conferência sobre Defesa Nacional, em que pediu ainda aos políticos para não faltarem com a verdade sobre a actual situação de crise.

Citado pela rádio TSF, o antigo Chefe de Estado enumerou os medos de «uma sociedade com medos». «Medo do presente, medo do futuro, medo pelos filhos, medo pela sorte dos pais, medo pelo emprego, medo dos poderes políticos», disse.

Falando sobre as eleições agendadas para este ano, Ramalho Eanes deixou ainda uma recomendação aos políticos para que «se evite o folclore partidário habitual», apontando que se deve «aproveitar para consciencializar os portugueses da situação».

E sobre esta, o antigo estadista sublinhou que é uma «situação de impossível manutenção». Por isso, reforçou o apelo à serenidade: «Que não se entre num jogo de atribuição de culpas pela situação actual a esta ou aquela personalidade, a esta ou aquela formação partidária».

Fonte: Portugal Diário

11/02/2009 Posted by | Política: artigos de opinião | | Deixe um comentário