Livresco’s Weblog

O que vou lendo por ai…

Dedico este artigo à cegueira, surdez e mudez simultânea de certos homens: Manuel António Pina – À maneira de Darwin

Richard Dawkins fala da “mãe de todas as burcas” a propósito da pequeníssima fresta que a evolução proporcionou aos nossos olhos para verem o mundo. O nosso cérebro terá evoluído de modo a perceber, do espectro electromagnético e do mundo real, a infinitésima parte deles necessária aos nossos antepassados para sobreviverem.

Assim, a nossa “realidade” será um particular modelo do mundo real, construído de modo conveniente aos nossos particularíssimos interesses biológicos. Estou em crer que é a aptidão do dr. Vítor Constâncio para a sobrevivência que explica o modelo do mundo real que habitualmente preside às análises do Banco de Portugal, e que a optimista fresta através da qual costuma analisar as realidades económicas é a que melhor se adequa a conveniências políticas. Isto é, que o BP analisa (e, se calhar, supervisiona) fazendo política. Se não, como explicar o facto de, para o BP, a actividade económica em Portugal ter melhorado em Novembro, enquanto que, para o INE, teve um “abrandamento significativo”, com o indicador do clima económico a atingir mesmo o valor mais baixo desde 1989?

Fonte: Jornal de Notícias

23/12/2008 - Posted by | Política: artigos de opinião |

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: