Livresco’s Weblog

O que vou lendo por ai…

É só gatunos…: Auditoria critica actuação de João Rendeiro na Tottafundos e Tottagest

12.12.2008

A auditoria à Tottafundos e Tottagest foi executada pela Direcção de Inspecção e de Auditoria do Banco Totta & Açores a pedido de Alípio Dias, então presidente da instituição, e incidiu sobre dois exercícios, 1994 e 1995, período em que João Rendeiro exerceu cargos de gestão nas duas companhias. Nas conclusões, os auditores consideram que João Rendeiro teve, “em termos éticos, uma actuação condenável”, ao ocupar, em simultâneo, o cargo de administrador da Tottafundos e o de director de um fundo externo (o Portuguese Smaller Companies Fund – PSCF) que realizou inúmeras operações de compra e venda de carteiras de participações às sociedades gestoras de fundos do grupo Totta. E acrescentam que Rendeiro deveria ter comunicado ao Banco de Portugal a sua pretensão de assumir a direcção daquele fundo, ao abrigo da lei.
Segundo os auditores, aquelas operações, identificadas e analisadas, representaram perdas para a Tottafundos e a Tottagest de mais de 700 mil contos (o equivalente a 3,5 milhões de euros).
Durante o trabalho de investigação, a equipa de auditoria do Totta tentou esclarecer a quem pertencia o fundo PSCF e descobriu que ele era gerido pela Geste Advisers Limited, com sede nas ilhas Virgens Britânicas, mas não conseguiu determinar quem eram os accionistas nem os seus órgãos sociais. Os prejuízos, sustenta a auditoria, resultaram da venda de títulos do Fundo Capital Portugal (FCP) da Tottafundos ao fundo externo de que Rendeiro era director e a outras instituições e posterior compra às mesmas entidades mas por preços superiores. Em consequência destas operações, “entre Março e Dezembro de 1994, enquanto a rentabilidade do fundo PSCF (dirigido por Rendeiro) foi positivo em 8,4 por cento, o do FCP foi de -3,2 por cento”. Para os auditores, este facto demonstra que “o fundo Capital Portugal foi utilizado para subsidiar a performance do PSCF e, de forma mais atenuada, a de outros fundos da Tottafundos e de clientes da Tottagest”. Contactado pelo PÚBLICO, João Rendeiro apenas declarou: “A auditoria foi produzida pelo dr. Alípio Dias num clima de guerrilha entre mim e ele.” E acresceu que nunca foi contactado no âmbito da auditoria pelo grupo Totta e pelo Banco de Portugal. Rosa Soares

Fonte: Público

Anúncios

13/12/2008 - Posted by | Política: notícias | ,

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: